Início > Boas Praticas > Cidades Inteligentes: Sistema de Gestão e Informação Ambiental de Matosinhos

Cidades Inteligentes: Sistema de Gestão e Informação Ambiental de Matosinhos

Matosinhos

Continente: 
Europa
País: 
Portugal
Matosinhos monitora os seus indicadores ambientais, numa perspectiva de eficiência e performance. A cidade, que tem preocupação com as questões que envolvem o meio ambiente, desenhou o seu próprio modelo de gestão e monitoramento dos indicadores ambientais de relevância, como água, ar, biodiversidade, paisagem, resíduos, ruído e solo.

Descrição:

As ações humanas juntamente com a crescente urbanização afetam diretamente as condições naturais. Por esse motivo, é fundamental que se realizem estudos para que se possa implantar planos e ações para a realização de uma melhor gestão dos recursos naturais com uma visão aprofundada sobre as funções dos espaços urbanos considerados importantes para a sustentabilidade local. 

A partir dessa realidade, o município de Matosinhos, desenvolveu o projeto “Sistema de Gestão e Informação Ambiental dos Espaços Classificados do Território de Matosinhos”. A ideia é entender melhor as relações entre o meio urbano e os diversos componentes do meio natural, como água, ar, solo, biodiversidade, entre outros.

O Sistema de Gestão e Informação Ambiental dos Espaços da região de Matosinhos visa promover a conservação e valorização ambiental dos espaços naturais para, dessa forma, proteger a biodiversidade desses territórios. 

Esse projeto pretende criar uma visão integrada do território de Matosinhos com suporte técnico e político e com intervenções físicas sobre os espaços que forem determinados através da produção de dados por uma matriz de indicadores de qualidade ambiental.

O projeto baseia-se assim em dois principais componentes: um de infraestrutura, que envolve a intervenção e conservação dos espaços naturais, e outro que inclui a instalação de um Sistema de Gestão e Informação Ambiental, na base tecnológica do Sistema de Informação Geográfica (SIG) Municipal.

O SIG é uma plataforma online, desenvolvida pela Esri Portugal, onde estão concentradas todas as informações relativas aos dados ambientais de toda a região. Essa plataforma permite compreender a situação ambiental da região de Matosinho de forma integrada. A plataforma abrange oito áreas temáticas: Água, Ar, Biodiversidade, Energia, Solos e Paisagem, Resíduos, Ruído e Educação Ambiental.

As informações são recolhidas por vários parceiros e entidades de cunho ambiental nas diferentes áreas temáticas.
Em suma, esse projeto permite uma qualificação ambiental e territorial. Por ser um modelo de gestão integrada, dinâmico e tecnologicamente evoluído, permite permanentemente a disponibilização de informação sobre os vários componentes ambientais e o monitoramento dos mesmos. 

Objetivos:

- Conservação e valorização dos espaços naturais. 

Metodologia:

1) Caracterização dos espaços classificados: estado, qualidade e monitoramento dos diversos componentes ambientais;

2) Sistemas de gestão dos espaços classificados: implementação de sistemas de informação e gestão ambiental, que implicam a instalação de estações automáticas de monitoramento ambiental. Os dados são organizados, tratados e editados num sistema de informação geográfica, com potencialidades de difusão no interior das equipes de trabalho e no município, mas também são disponibilizados para o exterior a partir de um geoportal;

3) Intervenções e valorização dos espaços classificados: desenvolvimento e implementação de projetos de valorização e dinamização dos espaços classificados;

Resultados:

- Com a plataforma on line, os utilizadores podem consultar informações, pesquisar conteúdos, visualizar indicadores ambientais e mapas relacionados com cada uma destas oito temáticas;

- Todos os Departamentos responsáveis pela gestão e monitoramento ambiental da Câmara Municipal de Matosinhos passaram a trabalhar sobre a mesma plataforma. Isso permite uma atuação integrada para as diferentes ocorrências e auxilia na tomada de decisão, otimizando esses processos;

- A plataforma geográfica simplifica o processo de criação dos relatórios ambientais que a Câmara Municipal tem que produzir anualmente para a Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e de Resíduos (ERSAR), a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), entre outras, gerando automaticamente os gráficos, as imagens e as fichas resumo dos indicadores;

- A plataforma permite gerar indicadores relacionados à localização geográfica. Ou seja, conforme o local em que clicamos no mapa os indicadores variam em conformidade com a região. Além disso, o cruzamento de dados de biodiversidade, água, solos, ar, resíduos e ruído são facilitados, pois estão todos identificados num mesmo mapa: basta um clique num mapa para perceber quais os problemas ambientais daquele bairro, rua, ou região;

- É possível obter dados em tempo real das diferentes estações de monitoramento instaladas pela cidade e detectar eventuais problemas no momento em que acontecem, possibilitando uma intervenção mais rápida e mais eficaz e com consequências menores para o ambiente e para as populações;

Instituições Envolvidas:

Câmara Municipal de Matosinhos

Contato:

•    [email protected]
•    Telefone: 229 390 900 / 229 392 400
•    Fax: 229 351 645

Fontes:

Sistema de Gestão e Informação Ambiental

Esri Portugal

18
última modificação: seg, 06/04/2015 - 12:55

Comentários