Início > Boas Praticas > Colônia, no Uruguai, implanta Centros Rurais de Desenvolvimento Comunitário e Cidadão

Colônia, no Uruguai, implanta Centros Rurais de Desenvolvimento Comunitário e Cidadão

Colônia

Continente: 
América do Sul
País: 
Uruguai
População (Ano): 
120.746 hab.
Ano População: 
2011
Projeto visa à conquista social, cultural, econômica e política das populações rurais. Sua colocação em prática reforça a construção de comunidades sustentáveis e promove capacitações para o desenvolvimento rural.

Descrição:

No Uruguai tem sido muito difícil fornecer soluções para a população rural que habita regiões desprovidas ou deficientes de serviços. A disparidade existente entre as estruturas e bens gerados na área urbana, em comparação com a área rural, é evidente.

O Departamento de Colônia, localizado na Região Sudoeste do Uruguai, engloba diversas cidades, porém apresenta uma grande população rural. 

Por isso, com o apoio do programa Uruguay Integra (coordenado pelo Governo Nacional, por meio do escritório de Planejamento e Orçamento - OPP) e da União Europeia, o governo local implantou o projeto Centros Rurais de Desenvolvimento Comunitário e Cidadão.

O projeto tem por objetivos a promoção de políticas públicas intersetoriais, a descentralização administrativa e a coesão social no território. Sua colocação em prática permite o desenvolvimento local em todas as suas dimensões e facilita o acesso aos serviços públicos pelos cidadãos nas áreas rurais. 

Até o momento, foram criados 18 Centros de Desenvolvimento Comunitário e Cidadão. Os espaços estão instalados em escolas rurais, que atuam no papel de agente integrador, formando uma rede com ampla cobertura territorial e reforçando a coesão social.

As ações e programas desenvolvidas nos Centros envolvem toda a população rural, desde crianças até homens e mulherese, e estão relacionadas à promoção da saúde, estímulo à produção e integração social.

Além disso, os Centros também visam facilitar o acesso da população local aos serviços do Estado, entre os quais: registro de identidade, benefícios sociais e informação sobre programas de formação profissional.

Objetivos:

- Contribuir para o processo de empoderamento social, cultural, econômico e político das populações rurais;

- Reforçar a pró-atividade na construção de comunidades rurais sustentáveis e desencadear processos de desenvolvimento rural;

- Promover a intersetorialidade das políticas públicas e facilitar o acesso a serviços públicos em áreas rurais. 

Metodologia:

Para a preparação do projeto, foi realizado o levantamento dos recursos disponíveis e as necessidades da população rural, através de reuniões em cada área. 

Em seguida, foi promovido um seminário com a participação de todas as escolas, edifícios públicos e atores da sociedade civil. O objetivo do evento era identificar espaços de referência em áreas rurais, para a promoção e coordenação de programas voltados para a população local. 

A partir deste encontro, concluiu-se que a instituição e o local mais adequado é a escola rural. Além de ser o espaço mais legítimo, a escola tem infraestrutura e recursos humanos qualificados e são acessíveis à população.

O projeto centra-se na implantação de “Centros de Desenvolvimento da Comunidade Rural e Cidadania”, instalados em dezoito escolas rurais. 

Os Centros desenvolvem um conjunto de programas e projetos coordenados, tendo por base três componentes principais: promoção da saúde, promoção da produção e promoção da integração social local. 

Resultados:

•    Instalações de equipamentos nos Centros de Desenvolvimento de Comunidade Rural e Cidadania para fornecer informações e assistência à população, de forma coordenada com as escolas rurais do departamento.

•    Realização de oficinas temáticas (direitos humanos, saúde sexual e reprodutiva, manipulação de alimentos, hortas orgânicas, etc.) para os residentes rurais e produtores.

•    Cuidados primários de saúde em cada Centro Rural.

•    Desenvolvimento de hortas familiares e comunitárias nas comunidades do entorno dos 18 centros.

•    Apoio e capacitação, através de projetos produtivos, em cada centro.

•    Os beneficiários finais: 19.000 crianças, jovens e adultos, que compõem a população rural do departamento.

Instituições Envolvidas:

Governo Local do Departamento de Colônia

Governo Nacional

União Europeia

Contatos:

Intendencia Departamental de Colônia

Diretora: Maren Greising Otero

Email: [email protected] 

Telefone: 598 452 30329

Fontes:

BBP

Colonia Integra

Intendencia de Colonia

Uruguay Integra

35
última modificação: ter, 10/02/2015 - 17:34