Início > Boas Praticas > Paraty, referência em turismo cultural

Paraty, referência em turismo cultural

Paraty

Continente: 
América do Sul
País: 
Brasil
Estado - Província: 
RJ
População (Ano): 
39.965 hab.
Ano População: 
2014
Conjunto arquitetônico preservado, paisagem singular, festas religiosas e populares, manifestações artísticas e saberes seculares, comunidades tradicionais e eventos culturais compõem as atrações turísticas de Paraty.

Descrição:

Paraty é uma cidade reconhecida nacionalmente por seu patrimônio histórico e cultural. Com casarões e igrejas em estilo colonial, calendário cultural diversificado, celebrações de festas religiosas tradicionais e manifestações artísticas, o município consolidou-se como destino de turismo cultural.

Considerada Patrimônio Histórico Nacional, a cidade preza pela manutenção do conjunto arquitetônico de seu Centro Histórico e pelas manifestações e expressões artísticas autênticas, que representam a identidade das mais diversas culturas dos habitantes locais: indígena, africana e portuguesa.

A valorização desse mosaico cultural, composto por dança, música, folclore, artesanato e gastronomia, atrai milhares de turistas anualmente, o que desencadeia a promoção da identidade cultural, a preservação e conservação do patrimônio e a promoção econômica de bens culturais.

Para a manutenção dessa atividade de forma sustentável, é necessário implementar ações conjuntas, planejadas e geridas entre as áreas de turismo e de cultura. Neste contexto, o governo local investe em informações, em políticas públicas e no reconhecimento da cultura popular como indutor de fluxo turístico. Dessa forma, é possível preservar a cultura da cidade e oferecer às comunidades bem-estar e oportunidade de participação.

Paraty se consolidou como destino turístico com o apoio do Ministério do Turismo, através do projeto Destinos Referência em Turismo Cultural. A cidade implantou um modelo de gestão descentralizada, com integração de diversas instâncias da gestão pública, da iniciativa privada e da sociedade civil, por meio da criação e organização dos arranjos institucionais.

O projeto tem como premissa a participação efetiva dos representantes locais e das organizações não governamentais, fortalecendo as entidades públicas e privadas. A formação de um grupo gestor para liderar esse processo foi o que, de fato, impulsionou Paraty. Uma das ações foi a retomada do Conselho Municipal de Turismo – COMTUR.

O COMTUR assumiu o papel de coordenar o processo, com o objetivo de garantir a continuidade das ações na área do turismo. Antes da retomada do COMTUR, havia várias iniciativas e projetos, tanto do setor turístico quanto do setor cultural. Porém, as entidades representativas destes setores estavam agindo de maneira desarticulada.

Em suma, Paraty reinventou o seu potencial turístico através do aproveitamento de seus atrativos culturais, para induzir mudanças qualitativas de seu desenvolvimento socioeconômico, orientadas pela busca de sustentabilidade e formas de inclusão social.

Objetivos:

- Oferecer um turismo cultural sustentável, com participação da sociedade, exaltando a cultura local e preservando o patrimônio arquitetônico.

- Elaboração de um plano de desenvolvimento definido e um arranjo institucional organizado e atuante.

Metodologia:

• Consolidar um arranjo institucional para o desenvolvimento do turismo cultural, com a integração de diferentes secretarias, instituições privadas e sociedade civil.

• Elaborar planejamento participativo, com foco no segmento.

• Estimular e valorizar a cultura local, gerando empregos para a comunidade.
 
• Reafirmar a cultura local como um diferencial e estimular outras atividades culturais no município.

Resultados:

- Formação de um grupo gestor que desencadeou a retomada do Conselho Municipal de Turismo, composto por representantes da cultura, do turismo e da comunidade.

- Reconhecimento da vocação turística de Paraty para o turismo cultural, cujas experiências podem ser reaplicadas em outros destinos brasileiros.

- Promoção de diversos cursos para a população local, como turismo cultural para guias, barqueiros, agentes de receptivo e recepcionistas de pousadas, além de gestão de turismo cultural para empresários e produtores culturais.

- Elaboração anual, pela prefeitura, de um calendário cultural bastante diversificado.

- Criação de um guia completo de Paraty – aplicativo para celulares e tablets, com notícias, informações sobre eventos, lista de pousadas e hotéis, restaurantes, praias, passeios, prestadores de serviços, médicos, mecânicos... 

- 2002: foi criada a FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty), que é considerada um dos mais importantes eventos literários do país.

Instituições Envolvidas:

Prefeitura Municipal de Paraty

Ministério do Turismo

Conselho Municipal de Turismo

Contatos:

Secretaria de Turismo
(24)3371-2899

Fontes:

Prefeitura de Paraty

Turismo e ecologia

COMTUR

Vivências Brasil

Referência em turismo cultural

Flip

IPHAN

Paraty Tur

Portaria regulamenta intervenções na cidade histórica de Paraty

 

34
última modificação: qua, 17/12/2014 - 17:15