Início > Boas Praticas > Plano Sustentável para Mobilidade Urbana

Plano Sustentável para Mobilidade Urbana

Sorocaba

Continente: 
América do Sul
País: 
Brasil
Estado - Província: 
SP
População (Ano): 
586.000 hab.
Ano População: 
2010
Sorocaba está desenvolvendo ações de mobilidade urbana que levam em consideração a sustentabilidade. Ações como implantação de corredores para o sistema BRT (Bus Rapid Transit), pacotes de obras viárias, construção de ciclovias, melhoria na acessibilidade de pedestres e o Projeto Integra Bike fizeram a cidade se destacar como exemplo na área de mobilidade urbana sustentável.

Descrição:

Mobilidade Sustentável é aquela que promove o planejamento integrado levando em consideração a interdependência entre os transportes, a saúde, o ambiente, o direito à cidade e os inúmeros aspectos das políticas públicas como moradia, geração de emprego e renda, perfil de uso das fontes de energia utilizadas e, principalmente, a integração de todos os modais de transporte. 

A Cidade de Sorocaba caminha desde 2006 com ações para melhorar a mobilidade na cidade. Com uma perspectiva sustentável, as intervenções neste campo referem-se a implantação de BRT (Bus Rapid Transit), pacotes de obras viárias, melhoria na acessibilidade de pedestres e, principalmente, a construção de ciclovias e do Projeto Integra Bike.

Foi em 2006 o início da implantação do Plano Cicloviário de Sorocaba, buscando fomentar e integrar políticas para a melhor mobilidade urbana a partir do uso de bicicletas. 

As intervenções urbanas são pensadas para fortalecer e impulsionar o uso da bicicleta e estão integradas pelo Plano Cicloviário. As Ciclovias, por exemplo, são todas integradas e não ficam segmentadas. Assim como os paraciclos (estacionamentos de bicicletas) e os 8 módulos comerciais (quiosques), com capacidade de acoplar entre 40 e 60 bicicletas, fazem parte desse grande Plano Estratégico para a melhor mobilidade. 

A cidade possui aproximadamente 115Km entre ciclovias e ciclofaixas que cortam a cidade de leste a oeste. Para estimular o uso das bicicletas, a prefeitura lançou o Projeto de sustentabilidade Integra Bike em parceria com um sistema gratuito de empréstimo de bicicletas públicas denominado SAMBA (Sistema Alternativo de Mobilidade por Bicicletas).

Para usufruir desse serviço o cidadão precisa ter 18 anos ou mais e deve ter pelo menos um dos cartões do transporte coletivo, possibilitando assim a integração de modais. O sistema conta com 19 estações distribuídas em pontos estratégicos da cidade, somando 152 bicicletas disponíveis à população. Lançado em 2012 o Programa Integrabike já efetuou mais de 200 mil empréstimos de bicicleta.

A partir do Plano Cicloviário, foi criado em 2008 o Programa “Pedala Sorocaba”. O Pedala contribui por meio de ações e eventos para a mobilização de ciclistas que são estimulados a praticar os seus deslocamentos com as bicicletas. 

Além das intervenções urbanas e dos Programas de estimulo de uso da bicicleta, Sorocaba conta também com a “Escola do Pedala”, que existe desde 2011. A escola a céu aberto funciona aos domingos ensinando crianças e adultos a andarem de bicicleta, e também ensinam os conceitos de segurança no trânsito. Desde o início de suas atividades mais de 18 mil pessoas já participaram das aulas.

Em 2013, Sorocaba foi uma das oito cidades escolhidas pela ONU para participar do Projeto Urban LEDS (Promovendo Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono em Países Emergentes). 

Objetivos:

- Introduzir a Bicicleta como modal de Transporte Público saudável e não poluente;

- Combater o sedentarismo da população e promover a prática de hábitos saudáveis;

- Reduzir os engarrafamentos e a poluição ambiental nas áreas centrais das cidades;

- Promover a humanização do ambiente urbano e a responsabilidade social das pessoas;

Cronograma e Metodologia:

2006: Desenvolvimento do Plano Cicloviário, definido entre as ações prioritárias, dentro dos ideais de "Cidade Saudável" e "Cidade Educadora". Elaborado por técnicos da Urbes – Trânsito e Transportes e da Secretaria de Obras e Infraestrutura Urbana (Seobe), o Plano Cicloviário se viabiliza com a construção de ciclovias em avenidas e interligações de pistas novas com as já existentes, para propiciar aos usuários deslocamentos mais longos.

2008:  Criação do Programa Pedala Sorocaba para incentivar o uso da bicicleta como uma opção modal de transporte na cidade, além do uso para o lazer.

2012: Lançamento do Integra BIke. Em relação ao as Bicicletas do Integra Bike, a utilização é gratuita, porém, o interessado na utilização deverá: possuir um cartão do sistema de transportes públicos de Sorocaba, que deverá ser utilizado na operação para o uso das Bicicletas; cadastrar-se nos postos de credenciamentos das Casas dos Cidadãos, e no Terminal de Atendimento ao Usuário; levar os documentos necessários para credenciamento.

Resultados:

- 2009: A rede de ciclovias rendeu à Sorocaba o prêmio especial "Agir Localmente, Pensar Globalmente" na premiação do troféu "Município Verde Azul", concedido pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria do Meio Ambiente. 

- 2014: Em novembro, foi lançado o Protocolo de Sorocaba para o Desenvolvimento da Mobilidade Ciclística no Brasil. Redigido de forma compartilhada e colaborativa, é o primeiro acordo que busca articular, mobilizar e engajar ciclistas, organizações privadas e o poder público na busca por desenvolver mecanismos sociais, econômicos e políticos capazes de efetuar mudanças significativas, a médio e longo prazo, no sentido de tornar o Brasil um país receptivo a quem optar pelo uso da bicicleta enquanto modo de transporte.

- 2015: Em janeiro, começaram as obras para a ampliação das calçadas no centro da cidade. Esta ação visa melhorar a segurança dos pedestres.

- 2015: Em março, o Projeto Pedala iniciou o Programa “Escola Pedala Terceira Idade”.

- 2015: O projeto para a implantação do BRT esta em fase de licitação e as obras devem começar em agosto deste ano.

- Em estudo sobre ciclovias nos municípios paulistas, realizado pelo jornal Folha de São Paulo, foram analisadas cidades do estado de São Paulo entre 300 mil e 800 mil habitantes, e a Cidade de Sorocaba ocupou o primeiro lugar do ranking.

- Sorocaba possui  115 quilômetros de rede cicloviária (ciclovias, ciclofaixas e faixas exclusivas compartilhada). Do total, 110 quilômetros são de ciclovias, 3 quilômetros são de ciclofaixas e 2 quilômetros de faixa exclusiva compartilhada com ônibus. 

Instituições Envolvidas:

Prefeitura Municipal de Sorocaba

Empresa de desenvolvimento Urbano e Social de Sorocaba- URBES - Trânsito e Transporte

Fontes:

Prefeitura

URBES

Integra Bike

Mobilize

Plano Cicloviário

38
última modificação: seg, 23/03/2015 - 10:23

Comentários