Início > Boas Praticas > Programa Câmbio Verde em Curitiba

Programa Câmbio Verde em Curitiba

Curitiba

Continente: 
América do Sul
País: 
Brasil
Estado - Província: 
PR
População (Ano): 
1.800.000 hab.
Ano População: 
2004
O Programa Câmbio Verde surgiu em 1991 e tem como um de seus objetivos promover o escoamento da safra de produtos agrícolas dos pequenos produtores de Curitiba e da região, por meio da troca destes produtos por materiais recicláveis em um dos 100 pontos de atendimento implantados na cidade.

Descrição

Em 1989, através do Programa Compra do Lixo da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, era efetuada a troca de lixo orgânico por vales-transporte, a fim de estimular a participação da população de baixa renda na limpeza urbana.

No mês de junho de 1991, durante uma supersafra de repolho na Região Metropolitana de Curitiba, percebeu-se que os vales-transporte poderiam ser substituídos por alimentos, com a inclusão do lixo reciclável na permuta. Além disso, também facilitariam o escoamento da safra dos pequenos produtores. Numa ação conjunta entre a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e a Secretaria Municipal do Abastecimento, surgiu o Programa Câmbio Verde.  

Trata-se também de uma política local de combate à fome, que abrange questões como o desperdício, a geração de renda, a preservação do meio ambiente e o incentivo à organização de produtores.

Uma conseqüência direta da ação do Programa é a colocação no mercado dos excedentes de safra da Região Metropolitana de Curitiba, ao mesmo tempo em que auxilia na melhoria da qualidade da alimentação da população de baixa renda, além de contribuir para a limpeza e preservação do meio ambiente.

Todo material é encaminhado à Usina de Valorização de Rejeitos, administrada e mantida pelo Instituto Pró-Cidadania de Curitiba. Depois de separado por tipo, os materiais são vendidos para indústrias que transformam os resíduos em matéria-prima e novos produtos. A renda é revertida para ações sociais.

Metodologia

- O recurso para a compra dos alimentos é do orçamento da Secretaria Municipal do Meio Ambiente;

- Cada 4 kg de lixo reciclável vale 1 kg de frutas e verduras da época;

- Pode ser trocado também o óleo vegetal e animal: cada 2 litros de óleo vale 1 kg de alimento;

- A troca é efetuada quinzenalmente em 100 pontos de atendimento implantados na cidade de Curitiba, de acordo com calendário anual estabelecido pelas Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Abastecimento.

Objetivos

• Promover o escoamento da safra de produtos agrícolas dos pequenos produtores de Curitiba e da Região Metropolitana;

• Criar na população o hábito de separar o lixo orgânico do inorgânico;

• Sensibilizar a comunidade para a correta destinação final dos resíduos;

• Reforçar a alimentação da camada menos favorecida de nossa sociedade.

Cronograma

• 1989: Início do programa Compra do Lixo

• 1991: Surgimento do programa Câmbio Verde

Resultados

• Além dos Pontos de Troca, há também o Câmbio Verde nas Entidades Assistenciais (Câmbio Verde Solidariedade) e o Câmbio Verde Especial nas escolas públicas. Neste último, troca-se resíduos recicláveis por cadernos, brinquedos, chocolates, ingressos para shows, etc.

• 22% dos resíduos produzidos na cidade são reaproveitados.

• 100% dos domicílios dispõem de coleta seletiva

• A Prefeitura recolhe uma média de 117 ton de resíduos recicláveis por dia sendo em média 10 toneladas no Programa Câmbio Verde e 107 ton/dia no Programa "Lixo que não é Lixo" ( coleta porta a porta de recicláveis) - (dados janeiro a setembro de 2014).

• Em média, 2,8 mil toneladas de resíduos recicláveis são trocadas por alimentos, a cada ano. (dados de 2014)

• Além de estimular a alimentação saudável, o Programa também incentiva o hábito de separar o material orgânico do reciclável.

• Com o apoio de nutricionistas no local, a população também é orientada sobre a melhor forma de utilizar os alimentos.

• Apenas no mês de janeiro de 2013, 86 toneladas de alimentos foram trocadas por 344 toneladas de lixo reciclável, beneficiando aproximadamente 7,5 mil pessoas (participam do projeto)

• De janeiro a set de 2013, aproximadamente 600 toneladas de alimentos foram trocadas por 2.334 toneladas de resíduos recicláveis, beneficiando uma média de 6.000 pessoas/mês.

• Em julho de 2014, 97 toneladas de alimentos foram trocadas por 389 toneladas de lixo reciclável e 5.496 litros de óleo de cozinha usado, beneficiando aproximadamente 7,2 mil pessoas participam do projeto

• De janeiro a set de 2014, aproximadamente 609 toneladas de alimentos foram trocadas por 2.448 toneladas de resíduos recicláveis, beneficiando uma média de 6.000 pessoas/mês

Instituições envolvidas

• Secretaria Municipal do Meio Ambiente e do Abastecimento

Contatos

Secretaria Municipal do Meio Ambiente

E-mail: [email protected]

Tel: (41) 3350-8484

Secretaria Municipal do Abastecimento

E-mail: [email protected]

Tel (41) 3350-3800

Fontes

http://www.curitiba.pr.gov.br/conteudo/cambio-verde-smab-secretaria-municipal-do-abastecimento/246

http://www.unep.org/greeneconomy/Portals/88/documents/ger/ger_final_dec_2011/Green%20EconomyReport_Final_Dec2011.pdf

http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/cambio-verde-atende-75-mil-pessoas-por-mes/28737

http://www.pensamentoverde.com.br/reciclagem/escassez-de-coleta-seletiva-prejudica-reciclagem-no-brasil/

http://3gestaoambiental-unisantos.blogspot.com.br/2012/01/curitiba-recic...

https://vimeo.com/35575162

37
última modificação: ter, 04/11/2014 - 16:09