Início > Conferencia2015 > Programação

Programação

Serão apresentadas Boas Práticas, nacionais e internacionais, adequadas aos 12 eixos do Programa Cidades Sustentáveis, além de mesas para debater a Revitalização dos Centros Urbanos e encontros com as Cidades Verdes Europeias e as cidades ganhadoras do Prêmio Cidades Sustentáveis.

Os casos selecionados revelam a importância do planejamento técnico aliado aos processos participativos, em que o conhecimento acumulado sobre gestão pública é socializado e posto à prova diante das necessidades e prioridades apontadas pela população local. Desta síntese, ecoam políticas públicas exitosas e com responsabilidades compartilhadas entre poderes públicos, sociedade civil e setor privado.

OBS: programação sujeita a alterações.

Dia: 07/04/2015
Horário: De 08:30 até 09:00
Abertura - Sala 5 - Transmissão online para as salas 4 e 6 -
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
-- Brasil Abertura

Oded Grajew, coordenador geral da Rede Nossa São Paulo e do Programa Cidades Sustentáveis, fará a abertura oficial da conferência acompanhado de José Fortunati, prefeito de Porto Alegre (RS) e presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

--
Dia: 07/04/2015
Horário: De 09:00 até 10:30
Sala 4 - Educação para a Sustentabilidade e Qualidade de Vida
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Sobral (CE) Brasil Sobral, no Ceará, é referência nacional em educação infantil

Sobral enfrentava um problema de analfabetismo na rede pública de ensino. Indicadores apontavam que, ao final do ano 2000, mais de 40% das crianças com oito anos terminavam a segunda série sem saber ler. Para contornar este problema, a administração municipal apostou em um plano de gestão educacional, com foco na erradicação do analfabetismo, na diminuição da evasão escolar, na valorização do professor e no processo seletivo dos diretores das escolas baseado na meritocracia.

Veveu Arruda (confirmado)
Mogi das Cruzes (SP) Brasil Aprendizagem escolar e práticas alimentares saudáveis em Mogi das Cruzes
O Programa de Alimentação Escolar de Mogi das Cruzes busca integrar a aprendizagem e o rendimento escolar com o desenvolvimento social das crianças e com a promoção de práticas alimentares saudáveis. Nas escolas, são realizadas ações de educação alimentar e nutricional, associadas a refeições que cobrem as necessidades nutricionais durante o período letivo.
Marco Aurélio Bertaiolli (confirmado)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Barcelona Espanha Escolas Sustentáveis em Barcelona

Desde 2001 o programa é promovido pelo Departamento de Meio Ambiente da Câmara Municipal de Barcelona, em colaboração com a Fundação AGBAR e do Instituto Municipal de Educação de Barcelona. Programa Agenda 21 Escolar de Barcelona, ou PA21E, assumiu a liderança envolvendo diretamente a comunidade educativa na Agenda 21 Local e os seus esforços para a sustentabilidade. O Programa é desenhado para facilitar o envolvimento das escolas no projeto global de construir um mundo melhor e mais sustentável, começando com a intervenção no ambiente imediato.

Joan Puigdollers (confirmado)
Sala 5 - Governança
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Porto Alegre (RS) Brasil Orçamento Participativo (OP)

Há 22 anos, a Prefeitura de Porto Alegre implementou um sistema de co-gestão com a participação da comunidade para a estruturação do orçamento da cidade. A comunidade apresenta propostas e informações, assessoria técnica e infraestrutura, além de possuir representatividade sobre as instâncias deliberativas do Orçamento Participativo. Assim, foram instituídos conselhos, redes e fóruns.

José Fortunati (confirmado)
Maringá (PR) Brasil Transparência nas contas públicas em Maringá com redução de custos e articulação social

Em 2003, na cidade de Maringá, foi formada a ONG Sociedade Eticamente Voluntária (SER), oficialmente lançada em 2004, cujo objetivo é ressaltar a importância social e econômica dos impostos e da transparência dos gastos públicos através do controle social.

Carlos Roberto Pupin (confirmado)
São Paulo (SP) Brasil Modelo de Gestão Democrática

Plano de Metas incluido na Lei Orgânica e criação de diversos Conselhos participativos e em processos de transparência, consulta e tomada de decisões.

Fernando Haddad (convidado)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Neiva Colômbia Gestão Urbana e Governabilidade Participativa: Caso Distrito 10

Desde o final da década de 1990, o projeto busca gerar cenários em que a comunidade reconheça, apoie e priorize suas necessidades. Também visa contribuir para o desenvolvimento da sociedade local, com maior presença institucional e do governo participativo, possibilitando assim melhoria nas condições de vida, com o compromisso mútuo de organizações sociais locais e dos setores públicos e privados. 

Pedro Hernán Suárez Trujillo (confirmado)
Sala 6 - Gestão Local para a Sustentabilidade
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Novo Hamburgo (RS) Brasil Programa de Gestão Social de Resíduos Sólidos – Catavida

Buscando desenvolver ações integradas de forma a promover a sustentabilidade ambiental, social e econômica de Novo Hamburgo, com foco nos resíduos sólidos da cidade, foi lançado, em 2009, o Programa de Gestão Social de Resíduos Sólidos – Catavida, programa mantido pela Prefeitura, por meio das Secretarias de Desenvolvimento Social (SDS) e Meio Ambiente (SEMAM).

Hélio Schaidhauer Pacheco (confirmado)
Paragominas (PA) Brasil Paragominas combate o desmatamento e vira exemplo de sustentabilidade na Amazônia
A cidade de Paragominas foi a primeira, ao lado de Lucas do Rio Verde (MT), a implantar o projeto “Município Verde”, lançado pelo governo federal entre 2007 e 2008, para municípios da Amazônia. O prefeito da cidade conseguiu a assinatura de 51 entidades locais para o Pacto pelo Desmatamento Zero, o qual acabou com o desmatamento, implantou a educação ambiental para 30 mil alunos das escolas e regularizou terras do município.
Paulo Tocantins (confirmado)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Londres Inglaterra Limites da Cidade - Pegada ecológica de Londres
A cidade de Londres fez uma análise ampla de sua pegada ecológica a fim de determinar as áreas-alvo para reduzi-la. A avaliação considerou as principais áreas de impacto entre as diferentes atividades da cidade.
Judith Sykes (confirmada)
Matosinhos Portugal Cidades Inteligentes: Sistema de Gestão e Informação Ambiental de Matosinhos

Uma Cidade Inteligente é uma Cidade que monitoriza os seus descritores ambientais, numa perspetiva de eficiência e performance. Matosinhos, enquanto Município de referência da área do Grande Porto, e tendo como grande preocupação as questões ambientais, desenhou o seu próprio modelo de gestão e monitorização dos descritores ambientais de relevância (água, ar, biodiversidade , paisagem , resíduos, ruído, solo) em território municipal. A apresentação focará, essencialmente, este caso particular de Boas Práticas de Matosinhos, demonstrando que uma Cidade Inteligente não esquece as questões Ambientais.

Joana Mafalda Felício Ferreira (confirmada)
Dia: 07/04/2015
Horário: De 11:00 até 13:00
Sala 4 - Bens Naturais Comuns
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Santa Helena (PR) Brasil Cultivando Água Boa
Cultivando Água Boa é um programa de desenvolvimento local para o enfrentamento das mudanças climáticas nos 29 municípios na Bacia Hidrográfica do Rio Paraná 3, na confluência dos Rios Paraná e Iguaçu, onde se encontra o Reservatório de Itaipu. Esta iniciativa está diretamente relacionada com a água e seus usos múltiplos na região, de forma a alterar a dinâmica local, a partir de mudanças nos modos de ser, viver, produzir e consumir da população.
Jucerlei Sotoriva (confirmado)
Ibirarema (SP) Brasil Programa Municipal "Habitação Sustentável"
Com o propósito de promover o uso sustentável dos recursos naturais, em 2009, a Prefeitura de Ibirarema (SP), com o apoio da Câmara Municipal, aprovou a Lei Municipal nº 06, que instituiu o Código do Meio Ambiente do Município. A lei visa orientar, de forma adequada, o trato das questões ambientais no município e direciona diversos programas da Prefeitura
Thiago Briganó (confirmado)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Évora Portugal Plano Carbono Zero

Reduzir em 20% as emissões de gases com efeito de estufa  (per capita) até 2020.

Carlos Sá (confirmado)
Environment Agency UK Reino Unido Despoluição do Rio Tâmisa

O Rio Tamisa é o segundo maior rio do Reino Unido com 294 kms de extensão e área de 16.000km quadrados com uma densa população de 13 milhões de pessoas. O Rio Tamisa flui da parte acima verde rural da região de Cotswolds para grandes centros urbanos de Oxford e Reading e para a capital do Reino Unido, Londres, e através do coração industrial de Essex e Kent e portanto, para o Mar Norte. O Rio não tem ondas até a área do Teddington Lock no Oeste de Londres e então apresenta ondas por toda a cidade de Londres com um alcance de ondas de sete metros. A poluição da parte com ondas do Tamisa o deixou biologicamente morto nos anos  de 1950, mas desde então o rio tem sido transformado num ecossistema de sucesso com peixes e com a volta da truta do mar e de populações de lontra.

Alastair Driver (confirmado)
Sala 5 - Ação Local para a Saúde
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Pirapora (MG) Brasil Informatização do Sistema de Saúde
Como parte dos investimentos na melhoria do acesso da população às consultas e exames especializados a prefeitura de Pirapora, através da sua secretaria de saúde, implementou uma nova ferramenta para regulação - o sistema Vivver, permite que os encaminhamentos solicitados pelos médicos da Atenção Primária à Saúde, nos PSFs dos bairros, sejam classificados de acordo com o grau de prioridade e integrem uma fila única para agendamento. Com isso espera-se que o usuário que tenha maior urgência seja atendido primeiro, como já ocorre com as demais consultas através da classificação de risco do protocolo de Manchester. 
Célio Cézar de Almeida Júnior (confirmado)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Lisboa Portugal Mapa do Ruído de Lisboa
O Mapa de Ruído da Cidade de Lisboa foi lançado em 2000, o qual representou os níveis de ruído de acordo com indicadores estabelecidos pela legislação nacional. Foram criadas duas cartas principais: uma com a média ponderada diária, e outra com a média do período noturno (das 23h às 7h). O mapa foi atualizado em 2008, com novos dados e metodologia. As fontes de ruído representadas no mapa foram: tráfego rodoviário, aéreo, ferroviário e fontes fixas.
José Sá Fernandes (confirmado)
Sala 6 - Economia Local, Dinâmica, Criativa e Sustentável
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Umuarama (PR) Brasil Lixo que Vale

O programa “Lixo que Vale” foi criado em 2011pela Prefeitura Municipal de Umuarama (PR).  Através desse programa as pessoas trocam material reciclável por alimentos produzidos pelos produtores rurais da região.
Inicialmente o programa era executado em apenas dois bairros localizados na Área de Preservação Ambiental do Rio Piava, que abastece a cidade. Diante dos resultados positivos, em junho de 2013, a Prefeitura de Umuarama ampliou o projeto para outros quatro bairros.
Esta iniciativa protege o meio ambiente, ao mesmo tempo em que aquece a economia das pequenas propriedades rurais e gera renda para a cooperativa de catadores de resíduos recicláveis. Ou seja, o programa deu valor comercial para o lixo, incentivou a limpeza da cidade pelos próprios moradores e também contribuiu para o aumento da renda de catadores e agricultores.

Moacir Silva (confirmado)
Piraí (RJ) Brasil Piraí Digital
Desde 2004, o Projeto Piraí Digital buscou disseminar a cultura digital do município, envolvendo ações de inclusão digital, educação para novas mídias e informatização da gestão.
Osni Augusto Souza da Silva (confirmado)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Lyon França Lyon, cidade justa e sustentável

Experiência inovadora de alimentação local sustentável, que reune os diferentes eixos do desenvolvimento sustentável : econômico, social, meio ambiente e participação do cidadão.

Dounia Besson (confirmada)
Rosário Argentina Programa de Agricultura Urbana Verde em Rosario
O Programa de Agricultura Urbana (UPA) da cidade de Rosário, na Argentina, emergiu da crise econômica ocorrida no país em dezembro de 2001, quando os níveis de pobreza chegaram a 60%. A iniciativa surgiu como uma resposta a esta realidade por meio de uma proposta de produção. O fomento ao plantio de frutas, legumes e verduras em hortas comunitárias na periferia da cidade de Rosário, em terrenos abandonados ou da prefeitura, promoveu uma fonte alternativa de renda para a parcela mais pobre da população.
Sérgio Barrios (confirmado)
Dia: 07/04/2015
Horário: De 14:30 até 16:00
Sala 4 - Equidade, Justiça Social e Cultura de Paz
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Canoas (RS) Brasil Um "Território de Paz" nasce dentro da cidade
O projeto Território de Paz teve início no segundo semestre de 2009 e melhorou as condições de vida e de segurança local no bairro de Guajuviras, na cidade de Canoas, antes conhecido como a “Bagdá Gaúcha”. O projeto surgiu da parceria entre governo federal, estadual e municipal e foi baseado em três frentes de ações, implementadas de forma articulada: inclusão e coesão social, inteligência e tecnologia, e integração e policiamento comunitário.
Jairo Jorge da Silva (confirmado)
Abaetetuba (PA) Brasil Programa Professor Cuidador – Abaetetuba

O programa possibilita a inclusão educacional e social, ao garantir a permanência e o sucesso no ensino regular dos alunos com deficiência, mas que também proporciona aos demais alunos à possibilidade de conviver e aprender a respeitar as diferenças.

Francineti Carvalho (confirmada)
Uberlândia (MG) Brasil Uberlândia é destaque em acessibilidade
Diferenciada da maioria das cidades brasileiras, Uberlândia é exemplo graças à criação de leis e órgãos de fiscalização em acessibilidade. A cidade foi considerada, em 2010, uma das 100 cidades do mundo modelo em acessibilidade pela ONU. Em 2000, foi instituído, na Prefeitura Municipal, o Núcleo de Acessibilidade. Após sua criação, todas as obras de uso coletivo passaram a ser vistoriadas, também, em relação à acessibilidade da construção, garantindo o direito de ir e vir a todos os cidadãos.
Como resultado dessas mudanças, todas as regiões da cidade são dotadas de adaptações inclusivas para todos os cidadãos 
Gilmar Machado (confirmado)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Nova York Estados Unidos Capacitação e Consultoria Financeira para a População de Baixa Renda

O Centro para Oportunidade Econômica (Center for Economic Opportunity - CEO) foi lançado em 2006 por Michael R. Bloomberg, prefeito de Nova York, e é considerado a primeira iniciativa de um governo local no país com a missão específica de educar, capacitar e proteger os indivíduos e famílias de baixa renda.

David S. Berman (confirmado)
Sala 5 - Planejamento e Desenho Urbano
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Palhoça (SC) Brasil Pedra Branca, um bairro sustentável na Grande Florianópolis
O projeto Pedra Branca, na cidade de Palhoça, teve início no ano 2000 e incorporou conceitos que transformaram o território num novo centro para a região Grande Florianópolis e forneceram todas as funções básicas para as necessidades diárias de seus moradores, trazendo novas tecnologias para o planejamento urbano e a construção sustentável local.
Marcelo Fett (confirmado)
Londrina (PR) Brasil Calçadas para Todos
Visando melhorar as condições de circulação do cidadão na cidade de Londrina e garantir maior segurança no caminhar, o IPPUL lançou, em 2004, o Projeto “Calçada para Todos”, a fim de conscientizar a população sobre a importância de construir e conservar suas calçadas.
Ignes Dequech Alvares (confirmada)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Medellín Colômbia Medellín, inovação em planejamento e infraestrutura urbana
Medellín, a segunda maior cidade da Colômbia, tem trabalhado para se transformar em um dos modelos de desenvolvimento urbano sustentável na região e no mundo. O foco está nos bairros mais pobres e mais isolados. Novas construções em larga escala de escolas, bibliotecas, espaços verdes, espaços culturais e centros de conhecimento têm contribuído para a redução da criminalidade e do desemprego e para a melhora da qualidade de vida na cidade.
Pablo Marcelo Maturana Guzmán (confirmado)
Sala 6 - Melhor Mobilidade, Menos Tráfego
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
São Paulo (SP) Brasil Implantação de ciclovias, faixas e corredores de ônibus: Nova visão para a mobilidade em São Paulo

A gestão municipal da cidade de São Paulo, iniciada em janeiro de 2013, incluiu em seu Programa de Metas onze itens relacionados à mobilidade urbana

Jilmar Tatto (confirmado)
Maricá (RJ) Brasil Transporte Público Gratuito em Maricá

Em Maricá (RJ), a prefeitura decidiu que a população deve ser beneficiada e ter o direito de ir e vir assegurado. Por isso, desde dezembro de 2014, as primeiras linhas de ônibus com tarifa zero começaram a circular na cidade.

Luiz Carlos dos Santos (confirmado)
Rio Branco (AC) Brasil Rio Branco é o exemplo brasileiro de priorização da bicicleta como meio de transporte
Rio Branco é uma cidade exemplo de como a vontade política e os investimentos direcionados podem favorecer o uso da bicicleta na cidade com segurança. Em 2006, antes mesmo dos congestionamentos se agravarem, a cidade já demonstrava seu interesse em investir no planejamento cicloviário. Em 2007, articulado aos direcionamentos do Plano Diretor no município, o Plano Diretor de Transporte e Trânsito (PDTT) de Rio Branco buscou requalificar as vias existentes segundo novos critérios de segurança ao ciclista. Atualmente, a capital do Acre possui uma das maiores redes cicloviárias per capita do país, com cerca de 160 quilômetros de vias cicláveis projetadas e mais de 110 quilômetros de vias (ciclovias e ciclofaixas) já em funcionamento para um total de 305 mil habitantes.
Marcus Alexandre Médici Aguiar (confirmado)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Lyon França Uma visão global do transporte - Plano de Mobilidade Urbana

Para resolver os problemas relacionados aos transportes, a cidade de Lyon, iniciou um plano global de mobilidade, o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (UMMP), que envolve os 55 municípios da mesma região. O plano, aprovado em 1997, após dois anos de estudo e consulta, especifica objetivos e metas em todas as áreas da mobilidade. Foi criado um observatório da mobilidade para avaliar as diferentes ações. O observatório realizou uma extensa rede de monitoramento da qualidade do ar e passou a registrar todas as despesas ligadas à mobilidade.

Françoise Metayer-Zeldin (confirmada)
Seul Coreia do Sul Seul - Desafios e Realizações em Transporte Urbano Sustentável

Nos últimos anos o Governo de Seul tem investido e desenvolvido políticas públicas para melhorar a mobilidade na cidade, priorizar o transporte público e tem avançado em direção a um modelo sustentável.

Jong-jang Yoon (confirmado)
Amsterdã Holanda Planejamento da mobilidade para uma cidade com fluidez
O Plano Regional de Trânsito e Transporte (Regional Traffic and Transport Plan - RTTP) foi desenhado em 1993 com o principal objetivo é desencorajar o uso de automóveis. A permissão para estacionar automóveis não são concedidas ao segundo carro de uma residência. Há limitação intensa da circulação de automóveis em regiões centrais e a velocidade de automóveis em bairros residenciais não ultrapassa 30km/h
Petra Delsing (confirmada)
Dia: 07/04/2015
Horário: De 16:30 até 18:00
Sala 5 - Consumo Responsável e Opções de Estilo de Vida
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Tibagi (PR) Brasil Recicla Tibagi para resíduos secos e úmidos

Em 2009, começou a funcionar o programa municipal Recicla Tibagi, com trabalhadores da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis – ACAMARTI. Pelo programa, é realizada a reciclagem dos materiais secos e úmidos, no Centro de Triagem e Compostagem. 

Angela Mercer de Mello (confirmada)
Itaúna (MG) Brasil Gestão de Resíduos Sólidos em Itaúna

A cidade de Itaúna, distante 76 km de Belo Horizonte, possui uma área de 495,77 km2 e população de 90.783 habitantes, sendo que 94% dos moradores estão na área urbana. A geração de resíduos per capita é de 0,70 kg por dia, sendo que 37% do total tem potencial para ser reciclado. O município inaugurou um novo aterro sanitário em janeiro de 2009 e desde janeiro de 2013 os serviços relacionados à limpeza urbana foram municipalizados – apenas a coleta seletiva é terceirizada, ficando a cargo da cooperativa de catadores Coopert. A prefeitura financia os serviços de manejo dos RSU através da aplicação de uma taxa municipal de coleta de lixo, que é cobrada junto com o IPTU. Em junho de 2012, Itaúna e mais 45 municípios da região metropolitana de Belo Horizonte assinaram convênio com o estado de Minas Gerais para dar início à gestão compartilhada dos serviços de transporte, tratamento e disposição final de resíduos sólidos urbanos, almejando a criação de uma futura PPP, na qual a empresa parceira se responsabilizará pelos investimentos nesses serviços, enquanto os municípios realizam a coleta domiciliar, devendo cumprir metas de coleta seletiva e destinação dos recicláveis às organizações de catadores.

Osmando Pereira da Silva (confirmado)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Capannori Itália Capannori, o primeiro caso de aplicação da Estratégia “Lixo Zero” na Itália

Capannori tem uma das mais altas taxas de reciclagem municipal na Europa. E é um exemplo de políticas públicas inovadoras e audaciosas com participação da comunidade.

Luca Menesini (confirmado)
Sala 4 - Cultura para a sustentabilidade e Do local para o global -
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Blumenau (SC) Brasil Parque da Leitura

O estímulo à prática da leitura é uma composição fundamental para a formação humana. A Prefeitura de Blumenau por meio da Fundação Cultural de Blumenau implantou, há dois anos um projeto denominado Parque da Leitura que oferece regularmente um vasto acervo literário a todos os cidadãos interessados do município de Blumenau.
Este ano, para comemorar os dois anos do projeto a Fundação promoveu uma edição bilíngue do Parque da leitura.  Com histórias contadas em alemão e em português, o projeto remeteu as origens da colonização do município.

Sylvio Zimmermann Neto (confirmado)
Paraty (RJ) Brasil Paraty, referência em turismo cultural

A cidade apresenta um conjunto arquitetônico de beleza e importância histórica indiscutível, e atraí o turismo não só pela sua arquitetura, mas também pelas suas tradicionais  festas e manifestações culturais populares. O calendário cultural de Paraty tem eventos em todos os meses do ano que envolvem música, tradições populares, literatura, festas religiosas entre outros.

Carlos José G. Miranda (confirmado)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Londres Inglaterra Cidades Resilientes Judith Sykes (confirmada)
Lisboa Portugal LIPOR - Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto - Portugal Alexandre Ventura (confirmado)
Dia: 08/04/2015
Horário: De 09:00 até 10:30
Sala 6 - Dilemas, Avanços e Desafios na Relação de Sociedade Civil e Estado -
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
-- Brasil Dilemas, Avanços e Desafios na Relação de Sociedade Civil e Estado Renata Florentino (Nossa Brasília), Vanessa Duarte (Nossa BH), Maria do Socorro Mendonça (Nossa Ilhéus), Mauricio Broinizi (Rede Nossa São Paulo) e Daniela Castro (Diretora Executiva da Atletas pelo Brasil)
São Paulo (SP) Brasil Dilemas, Avanços e Desafios na Relação de Sociedade Civil e Estado Fernando Haddad (convidado)
Sala 5 - Cidades reconhecidas pelo Prêmio Cidades Sustentáveis e Capital Verde Européia 2016 -
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Porto Alegre (RS) Brasil Cidades reconhecidas pelo Prêmio Cidades Sustentáveis

O prêmio teve como objetivo estimular os gestores públicos das cidades signatárias do Programa a criarem e atualizarem os observatórios de seus respectivos municípios, contendo indicadores, programas de metas e informações relevantes sobre políticas públicas voltadas à qualidade de vida e ao desenvolvimento sustentável.

Apresentação das 5 cidades vencedoras do Prêmio Cidades Sustentáveis, por categorias: metrópoles (Goiânia - GO), cidades grandes (Sorocaba - SP), cidades médias (Canoas - RS), cidades pequenas (Quatro Pontes - PR) e destaque (Porto Alegre - RS).

José Fortunati (confirmado)
Canoas (RS) Brasil Cidades reconhecidas pelo Prêmio Cidades Sustentáveis

O prêmio teve como objetivo estimular os gestores públicos das cidades signatárias do Programa a criarem e atualizarem os observatórios de seus respectivos municípios, contendo indicadores, programas de metas e informações relevantes sobre políticas públicas voltadas à qualidade de vida e ao desenvolvimento sustentável.

Apresentação das 5 cidades vencedoras do Prêmio Cidades Sustentáveis, por categorias: metrópoles (Goiânia - GO), cidades grandes (Sorocaba - SP), cidades médias (Canoas - RS), cidades pequenas (Quatro Pontes - PR) e destaque (Porto Alegre - RS).

 

 

Jairo Jorge da Silva (confirmado)
Goiânia (GO) Brasil Cidades reconhecidas pelo Prêmio Cidades Sustentáveis

O prêmio teve como objetivo estimular os gestores públicos das cidades signatárias do Programa a criarem e atualizarem os observatórios de seus respectivos municípios, contendo indicadores, programas de metas e informações relevantes sobre políticas públicas voltadas à qualidade de vida e ao desenvolvimento sustentável.

Apresentação das 5 cidades vencedoras do Prêmio Cidades Sustentáveis, por categorias: metrópoles (Goiânia - GO), cidades grandes (Sorocaba - SP), cidades médias (Canoas - RS), cidades pequenas (Quatro Pontes - PR) e destaque (Porto Alegre - RS).

Paulo Garcia (confirmado)
Sorocaba (SP) Brasil Cidades reconhecidas pelo Prêmio Cidades Sustentáveis

O prêmio teve como objetivo estimular os gestores públicos das cidades signatárias do Programa a criarem e atualizarem os observatórios de seus respectivos municípios, contendo indicadores, programas de metas e informações relevantes sobre políticas públicas voltadas à qualidade de vida e ao desenvolvimento sustentável.

Apresentação das 5 cidades vencedoras do Prêmio Cidades Sustentáveis, por categorias: metrópoles (Goiânia - GO), cidades grandes (Sorocaba - SP), cidades médias (Canoas - RS), cidades pequenas (Quatro Pontes - PR) e destaque (Porto Alegre - RS).

Antônio Carlos Pannunzio (convidado)
Quatro Pontes (PR) Brasil Cidades reconhecidas pelo Prêmio Cidades Sustentáveis

O prêmio teve como objetivo estimular os gestores públicos das cidades signatárias do Programa a criarem e atualizarem os observatórios de seus respectivos municípios, contendo indicadores, programas de metas e informações relevantes sobre políticas públicas voltadas à qualidade de vida e ao desenvolvimento sustentável.

Apresentação das 5 cidades vencedoras do Prêmio Cidades Sustentáveis, por categorias: metrópoles (Goiânia - GO), cidades grandes (Sorocaba - SP), cidades médias (Canoas - RS), cidades pequenas (Quatro Pontes - PR) e destaque (Porto Alegre - RS).

Paulo Cesar Feyh (confirmado)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Ljubljana Eslovênia Ljubljana recebe o título de Capital Verde Europeia 2016

A capital da Eslovênia, Ljubljana, ganhou o Prêmio Capital Verde Europeia 2016 devido a sua estratégia de sustentabilidade “Visão 2025”, pelo reconhecimento de conscientização ambiental entre os seus cidadãos e pela implementação de uma série de medidas ecológicas na área urbana.

Milena Šmit (confirmada)
Dia: 08/04/2015
Horário: De 11:00 até 12:00
Sala 6 - Fórum Empresarial de Apoio às Cidades Sustentáveis -
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
-- Brasil Fórum Empresarial de Apoio às Cidades Sustentáveis

Apresentar a experiência da criação do Fórum Empresarial de Apoio à Betim, um espaço de diálogo e interação entre o setor público e o privado para estimular as empresas a desenvolver práticas que contribuam com o cumprimento das metas da cidade, e ao mesmo apoiar as cidades na criação de ambientes favoráveis para o desenvolvimento de negócios sustentáveis, por meio de programas específicos e políticas públicas. E, com isso, estimular a criação do Fórum em outras cidades brasileiras.

Jorge Abrahão (confirmado)
-- Brasil Fórum Empresarial de Apoio às Cidades Sustentáveis

Apresentar a experiência da criação do Fórum Empresarial de Apoio à Betim, um espaço de diálogo e interação entre o setor público e o privado para estimular as empresas a desenvolver práticas que contribuam com o cumprimento das metas da cidade, e ao mesmo apoiar as cidades na criação de ambientes favoráveis para o desenvolvimento de negócios sustentáveis, por meio de programas específicos e políticas públicas. E, com isso, estimular a criação do Fórum em outras cidades brasileiras.

Fabrício Fernandes Freire (confirmado)
-- Brasil Fórum Empresarial de Apoio às Cidades Sustentáveis

Apresentar a experiência da criação do Fórum Empresarial de Apoio à Betim, um espaço de diálogo e interação entre o setor público e o privado para estimular as empresas a desenvolver práticas que contribuam com o cumprimento das metas da cidade, e ao mesmo apoiar as cidades na criação de ambientes favoráveis para o desenvolvimento de negócios sustentáveis, por meio de programas específicos e políticas públicas. E, com isso, estimular a criação do Fórum em outras cidades brasileiras.

Andréa Henriques (confirmada)
Dia: 08/04/2015
Horário: De 12:00 até 13:00
Sala 6 - As Prefeituras como indutoras da sustentabilidade nas empresas -
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
-- Brasil As Prefeituras como indutoras da sustentabilidade nas empresas

Discutir a importância do poder público municipal no sentido de estimular a sustentabilidade nas empresas. Apresentar as experiências de compras públicas sustentáveis, com alguns exemplos de cidades que já implementam políticas nesse sentido. Compartilhar a experiência do Fórum São Paulo Diverso, que visa incentivar empresas da cidade a adotarem políticas de ação afirmativa em relação a gênero, raça, público LGBT, pessoas com deficiência e jovens aprendizes.

Jorge Abrahão (confirmado)
-- Brasil As Prefeituras como indutoras da sustentabilidade nas empresas

Discutir a importância do poder público municipal no sentido de estimular a sustentabilidade nas empresas. Apresentar as experiências de compras públicas sustentáveis, com alguns exemplos de cidades que já implementam políticas nesse sentido. Compartilhar a experiência do Fórum São Paulo Diverso, que visa incentivar empresas da cidade a adotarem políticas de ação afirmativa em relação a gênero, raça, público LGBT, pessoas com deficiência e jovens aprendizes.

Mauricio Pestana (confirmado)
-- Brasil As Prefeituras como indutoras da sustentabilidade nas empresas

Discutir a importância do poder público municipal no sentido de estimular a sustentabilidade nas empresas. Apresentar as experiências de compras públicas sustentáveis, com alguns exemplos de cidades que já implementam políticas nesse sentido. Compartilhar a experiência do Fórum São Paulo Diverso, que visa incentivar empresas da cidade a adotarem políticas de ação afirmativa em relação a gênero, raça, público LGBT, pessoas com deficiência e jovens aprendizes.

Suelma dos Santos (confirmada)
Dia: 08/04/2015
Horário: De 14:30 até 16:00
Sala 6 - Planejando Cidades do Futuro e Revitalização dos Centros Urbanos -
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
Belém (PA) Brasil Estação das Docas: um projeto exitoso de revitalização do centro urbano de Belém
Uma das ações de recuperação do centro urbano de Belém foi a revitalização da antiga área portuária que ainda guardava elementos da história do Porto de Belém, mas que estava em completo estado de abandono favorecendo ações ilícitas no local. A ideia foi criar um complexo de lazer, cultura e turismo sintetizando o projeto de urbanização e preservação do patrimônio arquitetônico. A Estação das Docas faz parte de uma série de trabalhos que os arquitetos vêm realizando em lugares outrora abandonados na capital paraense.
Zenaldo Rodrigues Coutinho (confirmado)
Niterói (RJ) Brasil Plano “Niterói que Queremos"
Plano “Niterói que Queremos", que estabelece metas e indicadores a curto, médio e longo prazo para a cidade para os próximos 20 anos. Para traçar o planejamento da cidade para os próximos anos, foram realizadas 40 entrevistas qualitativas com personalidades do município, a pesquisa web com mais de 5.500 pesquisas respondidas no site niteroiquequeremos.com.br, o Congresso Regional que levou cerca de mil pessoas ao Caio Martins e agora, já em fase final, o Concurso de Redação, Redação Ilustrada e Desenho “Criando a Niterói do Amanhã”, que envolve os alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental Municipal, através da pergunta “Que Niterói você quer?”.
Axel Grael (confirmado)
Jaboatão dos Guararapes (PE) Brasil Plano de Desenvolvimento Sustentável - Jaboatão 2020

Projeto Jaboatão 2020 é baseado em quatro eixos: Igualdade, Competitividade, Habitabilidade e Modernidade.

 

Elias Gomes (confirmado)
Belo Horizonte (MG) Brasil Planejamento Estratégico 2030

Plano estratégico de metas e resultados até 2030, instituiu 12 áreas de resultados e 40 projetos sustentadores. As áreas estão divididas nos seguintes temas: Cidade Saudável, Educação, Cidade com Mobilidade, Cidade Segura, Prosperidade, Modernidade, Cidade com Todas as Vilas, Cidade Compartilhada, Cidade Sustentável, Cidade de Todos, Cultura e Integração Metropolitana.

Marilena Chaves (confirmada)
Dia: 08/04/2015
Horário: De 16:30 até 18:00
Sala 5 - Planejando Cidades do Futuro - A contribuição das instituições no Brasil -
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
-- Brasil Encontro com instituições que trabalham para a construção de Cidades mais Sustentáveis Elkin Velasquez (confirmado)
-- Brasil Encontro com instituições que trabalham para a construção de Cidades mais Sustentáveis Jean Benevides (confirmado)
-- Brasil Encontro com instituições que trabalham para a construção de Cidades mais Sustentáveis Luis Gómez (confirmado)
-- Brasil Encontro com instituições que trabalham para a construção de Cidades mais Sustentáveis Márcia Casseb (confirmada)
-- Brasil Encontro com instituições que trabalham para a construção de Cidades mais Sustentáveis Sofia Picarelli (convidada)
Internacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
San Fernando Filipinas Desenvolvimento Estratégico 2020 - San Fernando

O Desenvolvimento Estratégico de 2020 tem por objetivo institucionalizar uma cultura de saúde e de bem estar entre a Cidade de São Fernando e A União Residentes e também situar a Cidade de São Fernando, a União como os locais ideias de negócios para empresas de saúde e bem estar.

Pablo C. Ortega (confirmado)
Dia: 09/04/2015
Horário: De 16:00 até 18:00
Sala 4 - O impacto do esporte na sustentabilidade das cidades -
Nacionais
Cidade País Título ou Boa Prática Descrição Palestrante
-- Brasil O impacto do esporte na sustentabilidade das cidades

Descrição: apresentação do impacto social, econômico e ambiental do esporte em diversas políticas públicas. Formas de medição e indicadores. Conceito da política esportiva no Brasil. Apresentação do Relatório Cidades do Esporte que monitora indicadores nas 12 cidades sedes da Copa.

Atletas: Raí, Ana Moser, Ricarda, Leila, Carmem Oliveira