Início > Noticias > Brasília receberá mobilidade elétrica

Brasília receberá mobilidade elétrica

A três dias da Copa do Mundo, Brasília recebeu hoje (9) o programa de Mobilidade Elétrica Inteligente (Mob-i) da Itaipu Binacional. O projeto-piloto é composto por veículos elétricos, eletropostos e outros dispositivos operados e monitorados em tempo real. O Brasília-Ecomóvel reúne a CEB Distribuição, o governo do Distrito Federal.

Participaram da solenidade o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, o diretor-geral da CEB Distribuição, Rubem Fonseca Filho, a diretora financeira de Itaipu, Margaret Groff, coordenadora executiva do projeto, o vice-presidente da Renault do Brasil, Alain Tissier, e o presidente executivo do CeiiA, José Rui Felizardo. Também era prevista a participação de ministros.

Ecomóvel é composto inicialmente por sete veículos e três eletropostos.  São três Zoes e um twizy cedidos pela Itaipu e três Kangoos cedidos pela Renault em regime de comodato por dois anos. Essa parceria possibilitará à CEB o acesso à informação sobre as potencialidades dos veículos elétricos e de novas possibilidades de negócios. Para o governo do DF, se posicionar em ideias inovadoras de mobilidade elétrica inteligente. 

Brasília é a segunda capital a integrar o projeto-piloto. A primeira foi Curitiba. Nos dois casos, a Copa do Mundo, quando milhares de turistas estarão visitando o Brasil, será vitrine para o projeto inovador de mobilidade elétrica inteligente.  Segundo Margaret Groff, o transporte de nova geração, para Itaipu, está pautado na mobilidade elétrica inteligente, que estará a serviço das pessoas, além de reduzir os impactos ambientais. “É, sim, a mobilidade do futuro, um futuro que já está próximo, o qual permitirá transformar o paradigma da logística urbana, apresentando melhores características para frotas empresariais e para o transporte público, sempre em benefício das pessoas”, afirma.

Matéria originalmente publicada no portal Mobilize