Início > Noticias > PCS apresenta experiência com municipalização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

PCS apresenta experiência com municipalização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Co

Informações foram dadas pelo coordenador-geral do Programa, Jorge Abrahão, durante o Smart City Expo World Congress, em Barcelona

As ferramentas e metodologias do Programa Cidades Sustentáveis (PCS), que auxiliam as gestões públicas municipais a planejar e monitoras suas ações, foram explicadas durante um dos painéis do Smart City Expo World Congress, em Barcelona.

A exposição foi feita por Jorge Abrahão, coordenador-geral do PCS, que destacou a importância da municipalização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A plataforma do Programa, que está totalmente adequada aos ODS, é uma ferramenta importante para os governos locais implementarem a Agenda 2030 da ONU. 

Desde 2016, o Programa de Cidades Sustentáveis incluiu em sua plataforma de indicadores os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e as 169 metas previstas. Desta forma, os ODS estão relacionados a cada um dos 12 eixos temáticos do PCS.

Atualmente, o PCS é referência nacional na implementação e municipalização dos ODS nas cidades brasileiras, por oferecer à gestão pública uma agenda completa de sustentabilidade, que auxilia o alinhamento do planejamento da cidade à mais avançada plataforma de desenvolvimento sustentável e à Agenda 2030 das Nações Unidas.

A exposição de Abrahão ocorreu na quarta-feira (15/11), penúltimo dia do Smart City Expo World Congress.

Na quinta-feira (16/11), último dia do evento, o coordenador-geral do PCS participou também do painel “sociedade”, onde foi debatido o tema “Desenvolvendo ambientes urbanos inclusivos”. 

De acordo com os organizadores do painel, a urbanização tem o potencial de criar oportunidades para uma vida melhor e atuar como um motor para o crescimento econômico. “No entanto, a exclusão digital e a crescente desigualdade interna nas cidades podem dificultar o desenvolvimento sustentável. Assim, a necessidade de promover ambientes urbanos mais acessíveis e inclusivos torna-se um desafio urgente. Como a inovação tecnológica e social pode construir soluções participativas para a promoção de ambientes urbanos inclusivos é a questão norteadora do debate.”

Sobre o Smart City Expo World Congress

Trata-se de um evento que se tornou referência mundial sobre cidades inteligentes e reúne prefeitos, gestores públicos, formadores de opinião, instituições acadêmicas, centros de pesquisa, incubadoras, investidores e corporações. Ou seja, atores com poder de decisão e capacidade para impulsionar a implementação de cidades inteligentes e estimular o empoderamento do cidadão. 

O encontro visa debater iniciativas e soluções inovadoras para um mundo urbano mais inteligente e sustentável.

Leia também: Programa Cidades Sustentáveis conhece boas práticas de Barcelona

Durante o evento, além de participar de dois painéis, Jorge Abrahão concedeu entrevista ao UN Habitat  – Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT). 

Confira aqui a entrevista