Início > Boas Praticas > Cidade holandesa constrói a primeira via pública com energia solar do mundo

Cidade holandesa constrói a primeira via pública com energia solar do mundo

Krommenie

Continente: 
Europa
País: 
Holanda
População (Ano): 
17.410 hab.
Ano População: 
2010
Área Total (Ano): 
540,00 km²
Ano Área Total: 
2010
2 mil ciclistas fazem o percurso com piso solar todos os dias
Projeto da pequena cidade de Krommenie transformou a ciclovia local em um gigante painel solar. Utilizando células fotovoltaicas instaladas no solo, o sistema converte energia solar em energia elétrica, produzindo o equivalente ao consumo anual de três residências holandesas.

Descrição:

A tradição do ciclismo na Holanda é conhecida em todo o mundo, mas ao contrário do que possa parecer esse é um traço cultural que não se desenvolveu espontaneamente, mas contou com amplo envolvimento da sociedade holandesa e da gestão pública. Tendo nas bicicletas a prioridade da política pública local desde a década de 1970, foram investimentos em infraestrutura, educação e legislação específica que fizeram do país um dos melhores do mundo para se pedalar.
Hoje, quase 30% dos deslocamentos do país são realizados por bicicleta, e nos subúrbios de Amsterdã não seria diferente. Aproveitando-se desse hábito e com o objetivo de reduzir emissões de carbono no país, em 2014 a Província da Holanda do Norte colocou em prática uma parceria com o Instituto de Pesquisa Aplicada da Holanda para o desenvolvimento de um trecho inicial no caminho que conecta os subúrbios de Krommenie e Wormerveer.
A ciclovia local foi transformada na primeira estrada pública do mundo com painéis fotovoltaicos, uma ciclovia solar. O percurso, que é popular especialmente entre crianças em idade escolar, é utilizado por cerca de 2 mil ciclistas diariamente. No percurso de 70 metros a ciclovia tradicional foi substituída por módulos solares.
A ciclovia é composta por uma base de concreto (2,5 m x 3,5 m) recoberta por células fotovoltaicas de silício cristalino cobertas com uma camada translúcida de vidro temperado. Um acabamento não adesivo e uma leve inclinação ajudam na remoção da sujeira, garantindo a máxima exposição à luz solar. Apesar de altamente transparente, o material não compromete a tração das bicicletas e nem reflite a luz do sol, tecnologias pensando na experiência do ciclista.
Além de dar resposta a um hábito histórico dos holandeses, o protótipo produziu 9.800 kWh já no primeiro ano de projeto, energia elétrica correspondente ao abastecimento de três residências da cidade. Em seu primeiro ano de uso, foi utilizado por 300.000 ciclistas e patinetes.
Batizado de "SolaRoad", o projeto inaugurou em seu segundo ano um trecho complementar da ciclovia, alcançando 100 metros de piso com estrutura para captação de energia solar. A intenção do projeto é que no futuro a energia gerada pelas ciclovias solares seja utilizada na iluminação pública, sinalização, carros elétricos e residências, em toda a Holanda.
Segundo estimativas, o custo para instalação é três vezes maior que o de uma ciclovia tradicional, para o trecho inicial foram investidos cerca de € 3 milhões de euros, mas a energia gerada pode alcançar grandes escalas com a expansão do protótipo.
Os módulos instalados são até 30% menos eficientes que placas solares implantadas nos telhados de uma casa, em função da inclinação dos mesmos, mas os resultados já inspiram a expansão do modelo para outras pistas e estradas. Segundo os pesquisadores, utilizar as vias de bicicletas e patinetes passa a ser uma solução interessante, já que hoje elas ocupam quase 500 km² do país.
O projeto trouxe uma solução energética inovadora e sustentável, fornecendo energia para iluminação pública e aquecimento, pontos de carregamento para e-bikes ou telefones celulares, entre outras ideias. Esse potencial de reaplicação da Boa Prática a inclui no Eixo Do Local ao Global do PCS, que prevê o compromisso das cidades com as responsabilidades globais pela paz, justiça, equidade, desenvolvimento sustentável, proteção ao clima e à biodiversidade.
Partindo da premissa de que ações locais promovem impactos globais, especialmente quando pensamos em mudanças no clima do planeta o compromisso das cidades e da sociedade civil é fundamental para uma mudança efetiva nas relações com o meio ambiente. Ainda nessa direção, a colaboração e o intercâmbio de experiências e suas adaptações locais fundamentam a concepção de ações locais com impactos globais. Esse Eixo se relaciona com os ODS 7 – Energia Limpa e Acessível, 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis e 13 – Ação Contra a Mudança Global do Clima.

Objetivo:

- Construção da primeira ciclovia com energia solar do mundo, aproveitando um espaço de amplo uso e circulação para geração de energia elétrica de baixo impacto ecológico, enquanto atua na conscientização da população para a importância do desenvolvimento urbano de baixo carbono;
Cronograma e Metodologia:
2010: Província da Holanda do Norte fecha parceria público-privada para desenvolvimento do projeto da primeira ciclovia solar do mundo;
2014: É inaugurado o projeto piloto na cidade de Krommenie, perto de Amsterdã, onde um trecho de 70 metros de uma ciclovia de asfalto foi substituído por módulos solares de captação;
2015: Um ano após o lançamento do projeto já haviam passado 300.000 bicicletas e patinetes passaram pela via;
2016: A expansão do piloto incrementou o trecho, que passou a ter um percurso de 100m da ciclovia;
2017: projeto começa a ser desenvolvido em outras regiões da Holanda;

Resultados:

- Construção de uma ciclovia pública de qualidade para os usuários e que oferecesse uma opção de baixa emissão para a região;
- Desenvolvimento da consciência da comunidade local sobre a importância das fontes renováveis;
- Geração de 9.800 kWh de energia por ano, aproximadamente o equivalente ao consumo médio anual de três residências holandesas.

Instituições envolvidas:

Província da Holanda do Norte

Organização Holandesa para Pesquisa Científica Aplicada

Construtora Strukton

Contato:

Projeto SolaRoad
Endereço: Anna van Buerenplein 1
Email: [email protected]

Fontes:

https://vimeo.com/91641192

Projeto SolaRoad

Folder-Relatório do projeto (em alemão)

Galeria de Imagens: 
14
última modificação: seg, 20/05/2019 - 15:38