Início > Boas Praticas > Energia Limpa em Portugal

Energia Limpa em Portugal

Portugal

Continente: 
Europa
País: 
Portugal
População (Ano): 
10.562.178 hab.
Ano População: 
2011
Área Total (Ano): 
92.090,00 km²
Ciente da dependência externa do país em relação aos combustíveis fósseis, o governo de Portugal iniciou no ano de 2000 a “Estratégia Nacional de Energia”, que levou o país à liderança em matrizes energéticas renováveis no mundo.

Descrição

Ciente da dependência externa do país em relação aos combustíveis fósseis, o governo de Portugal iniciou no ano de 2000 a “Estratégia Nacional de Energia”, que levou o país à liderança em matrizes energéticas renováveis no mundo.

Cinco eixos norteiam o plano: agenda para a competitividade, crescimento e independência energética e financeira; aposta nas energias renováveis; promoção da eficiência energética; garantia de abastecimento; e sustentabilidade econômica e ambiental.

Além de focar nas fontes de energia hidrelétrica, eólica e solar, o plano prevê a implantação de “smartgrids” e novas formas de iluminação pública, que já tem projetos piloto nas cidades de Évora e Guimarães. Existe também o estímulo à produção local, com a instalação de painéis de energia solar em casas, que podem vir a fornecer energia excedente para a rede elétrica.

O plano abrange estratégias até 2020 para o consumo de petróleo e gás natural, o desenvolvimento de fontes de energia renováveis, a introdução de carros elétricos e o aumento de eficiência da rede elétrica do país.                

Objetivos

• Reduzir a dependência energética do país

• Garantir que mais de 60% das fontes de energia do país sejam renováveis até 2020

• Criar um cluster de energia renovável, gerando mais de 120.000 postos de trabalho e exportação de know-how e energia equivalentes a 400 milhões de euros

• Reduzir em 20 milhões de toneladas as emissões de CO2 do país até 2020, atingindo o compromisso firmado com a União Europeia

• Criação até 2012 de um fundo tarifário, visando uma menor variabilidade dos preços de energia e facilitando a adoção de fontes renováveis                           

Cronograma

• 2000: O governo português compra todas as linhas de transmissão do país e privatiza o setor de produção elétrica

• 2005: Adoção da “Estratégia Nacional de Energia”

• 2007: Inauguração da Usina Solar Fotovoltaica de Serpa

• 2008: Inauguração do parque eólico do Alto Minho

• 2010: O país torna-se líder em uso de fontes renováveis na matriz energética           

Resultados

• Portugal atingiu um percentual de fontes renováveis em sua matriz energética de quase 45% em 2010, passando a ser líder neste quesito na União Europeia

• O parque eólico de Alto Minho é o maior em terra firme do mundo, gerando cerca de 530 GWh de energia anualmente, o que evitou a emissão de 370.000 toneladas de CO2. Na época de sua inauguração em 2007, a usina solar fotovoltaica de Serpa, chamada Hércules era a maior do mundo, gerando 21.000 MWh por ano e evitando a emissão de 30.000 toneladas de CO2 por ano

• Perto desta área está sendo construída a usina fotovoltaica de Moura, que terá uma capacidade de produção de 93 GWh por ano, além de ter estimulado a abertura de uma fábrica de paineis fotovoltaicos na área, que fornece para este projeto e no futuro estará voltada para o mercado externo

• Existem também quase 200 usinas hidrelétricas no país, com uma capacidade de produção de energia de 815 GWh por ano

• Foi inaugurada, em 2008, a primeira usina maremotriz, que utiliza a energia das ondas marinhas e foi o primeiro projeto comercial do tipo, com potência de 2,25 MWh       

Instituições envolvidas

• Governo de Portugal

• Ministério da Economia e Inovação                       

Fontes                   

http://www.min-economia.pt/innerPage.aspx?idCat=51&idMasterCat=13&idLang=1

http://213.58.220.193/mei/Document/ENE2020_PT.pdf

http://www.edprenovaveis.com/OurProjects/WindTechnology

http://www.catavento.pt/uk/projectos_06.asp    http://pt.scribd.com/doc/55002973/Estrategia-Nacional-de-Energia-ENE-2020-uma-inspiracao-para-Portugal-e-uma-ideia-para-o-mundo

12
última modificação: qua, 15/05/2013 - 12:37