Início > Boas Praticas > Promoção Nacional de Energias Renováveis

Promoção Nacional de Energias Renováveis

Alemanha

Continente: 
Europa
País: 
Alemanha
População (Ano): 
82.000.000 hab.
Ao oferecer incentivos financeiros a produtores de energia renovável, a Alemanha tem estimulado o setor e, simultaneamente, reduzido as emissões de CO2.

Descrição

Ao oferecer incentivos financeiros a produtores de energia renovável, a Alemanha tem estimulado o setor e, simultaneamente, reduzido as emissões de CO2. A lei para Fontes de Energia Renováveis (EEG) de 1991 foi o ponto de partida. Qualquer um que gera energia a partir de fontes fotovoltaicas, eólica ou hidráulica recebe o pagamento da “tarifa de injeção” do operador local do sistema, que é obrigado a adaptar a estrutura da rede e a operação para as necessidades das energias renováveis.

Em 2006, a Alemanha cortou emissões em 68 milhões de toneladas de CO2, como consequência de toda a energia renovável gerada.         

Objetivos

O Governo Federal tem manifestado o desejo de, se possível, ultrapassar a meta de 20% da produção total de eletricidade por fontes renováveis, de olho em alcançar 45% até 2030. Em meados de 2007, a Alemanha já tinha atingido a sua meta para 2010.

A Legislação da Alemanha inspirou iniciativas na Europa e no mundo - Espanha, Portugal, Grécia, França e Itália estão entre os países que já adotaram este modelo para os seus setores de energia.           

Cronograma

• 1991: Início do projeto.

• 2000: Se inicia o Ato para Fontes de Energia Renováveis

Resultados

• Redução anual de CO2: Aproximadamente 4.012 toneladas

• Economia financeira anual: técnicas de poupança de energia em moradias - 630.000 €.

• Entre 2000-2005, a quantidade de eletricidade alimentada na rede a partir de fontes renováveis, mais do que duplicou. A capacidade de energia solar fotovoltaica tem aumentado drasticamente.

• A Alemanha alcançou 12% da eletricidade produzida por energias renováveis, incluindo 3% a partir de fontes fotovoltaicas.

• Cerca de 6% da eletricidade é produzida através do vento, que a Alemanha é líder mundial, com cerca de 20600MW .

• Como conseqüência, o setor de energia renovável está crescendo. Em 2006, mais de € 9 bilhões foi investido no setor da energia renovável e 24 mil novos empregos foram criados. Há agora 250 mil empregos no setor das energias renováveis, dos quais 125 mil são uma consequência direta do EEG.

• Em 2020, os analistas esperam que haja mais de 200.000 pessoas trabalhando com energia solar.

Instituições envolvidas

• Ministério do Meio Ambiente da Alemanha                   

Fontes                       

http://www.c40cities.org/media/case_studies/national-promotion-of-renewa...

14
última modificação: seg, 29/04/2013 - 16:27