Início > Noticias > Acesso à Justiça ainda é desigual no Brasil

Acesso à Justiça ainda é desigual no Brasil

Um estudo coordenado pela professora do Departamento de Ciência Política da USP (Universidade de São Paulo) e diretora de pesquisa do Centro Brasileiro de Estudos e Pesquisas Judiciais Maria Tereza Sadek mostra que muitos municípios carecem de rede de assistência. 

Segundo a pesquisadora, "desigualdade é cumulativa. Pessoas que não têm renda, não renda, também não têm saúde, uma educação adequada e também não conhecem os seus direitos". Ela também ressalta a importância de analisar os dados dos estudos para a elaboração de políticas públicas, para que seja possível avaliar as desigualdades e necessidades de cada local.

Maria Tereza Sadek afirma ainda que "o mínimo é o direito de reclamar seus direitos quando estes estão ameaçados, quando esses direitos não são respeitados. Mas as pessoas sequer sabem quais são os seus direitos".

Ouça no Programa Cidades Sustentáveis, da rádio CBN: https://glo.bo/2uLx2tC