Início > Noticias > Combater a desertificação no país é também enfrentar a pobreza

Combater a desertificação no país é também enfrentar a pobreza

No Dia Mundial de Combate à Seca e à Desertificação (17/6), Jorge Abrahão, coordenador-geral do Programa Cidades Sustentáveis, e Rachel Biderman, diretora-executiva da WRI Brasil, falam à Rádio CBN sobre as mudanças climáticas e como mitigar o problema. 

Na entrevista, é lembrado que o problema da desertificação já atinge 35% da população mundial, ou seja, cerca de 2,5 bilhões de pessoas. No Brasil, a questão atinge, sobretudo, a região Nordeste, onde vivem os brasileiros mais carentes. 

Segundo Abrahão, há uma relação entre desertificação e pobreza. "Cerca de 60 milhões de pessoas tiveram que deixar seus países e, muitas vezes, por problemas como esses", avalia ele.   

Rachel Biderman explica que o problema está ligado às mudanças climáticas, mas também tem a ver com investimentos no setor agrícola.

Ela defende a necessidade de se restaurar áreas degradadas. "Combater a desertificação também ajuda a reduzir as migrações para as cidades", pondera.  

Confira aqui a entrevista da Rachel Biderman e do Jorge Abrahão à Rádio CBN.