Início > Noticias > Para maioria dos paulistanos, falta transparência na gestão municipal e corrupção aumentou

Para maioria dos paulistanos, falta transparência na gestão municipal e corrupção aumentou

Pesquisa “Transparência e Participação Social na Cidade” mostra que 85% dos entrevistados consideram a administração pouco ou nada transparente; 53% avaliam que nível de corrupção cresceu nos últimos 12 meses

Por Airton Goes, da Rede Nossa São Paulo

A desconfiança do paulistano em relação à administração municipal é evidenciada na pesquisa “Transparência e Participação Social na Cidade”, divulgada nesta terça-feira (14/8) pela Rede Nossa São Paulo e Ibope Inteligência, em parceria com o Sesc São Paulo.

De acordo com os resultados do levantamento, que foram apresentados em evento público no Sesc Belenzinho, 85% dos paulistanos consideram a administração pública municipal pouco ou nada transparente – 44% dos pesquisados a avaliam como “pouco transparente” e 41% como “nada transparente”.  Apenas 10% a consideram “muito transparente” e 5% não sabem.

A pesquisa revela também que, na percepção da maioria dos moradores da capital paulista (53%), o nível de corrupção na administração municipal aumentou nos últimos 12 meses. Para 41% dos entrevistados, o problema “aumentou muito”, e 12% opinam que “aumentou um pouco”.  

Por outro lado, 12% dos pesquisados acham que o problema “diminuiu um pouco” e na avaliação de 3% “diminuiu muito”, enquanto 24% consideram que o nível de corrupção “se mantém igual”.

Prefeituras regionais e orçamento 

O levantamento abordou também temas relacionados às prefeituras regionais e ao orçamento. Entre os resultados apontados está o fato de 81% dos entrevistados serem favoráveis à “maior autonomia e participação das prefeituras regionais na gestão dos serviços públicos”. Outros 14% se dizem “contra” e 5% não sabem ou não responderam.

Quase o mesmo percentual de paulistanos (82%) se diz favorável à escolha direta do prefeito regional pela população, enquanto 13% são contra a ideia.

E para completar, 88% gostariam de ser informados sobre o orçamento que a Prefeitura destina à área de abrangência de sua prefeitura regional. Já, 10% não têm interesse em receber esse tipo de informação. 

Uma das conclusões da pesquisa é que o interesse em obter informações sobre a verba destinada às prefeituras regionais, ou seja, a regionalização do orçamento, cresce entre os pesquisados de maior escolaridade e renda. 

“O apoio à escolha direta dos prefeitos regionais e à maior autonomia das prefeituras regionais mostra que o munícipe tem a expectativa de uma administração mais descentralizada, que consiga atuar com mais capilaridade”, conclui o estudo.

Foram entrevistados 800 paulistanos de 16 anos ou mais e a margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Confira aqui a apresentação da pesquisa “Transparência e Participação Social na Cidade”.

Confira aqui a pesquisa completa

Levantamento integra série “Viver em São Paulo”

A pesquisa “Transparência e Participação Social na Cidade” integra a série “Viver em São Paulo”, que foi iniciada este ano e mensalmente tem divulgado dados sobre a percepção dos paulistanos em relação a temas importantes que afetam a vida na capital paulista. 

Os levantamentos da série e os eventos mensais, que incluem divulgação dos resultados, debates e intervenções culturais sobre cada tema pesquisado, são promovidos pela Rede Nossa São Paulo e Ibope Inteligência, em parceria com o Sesc São Paulo. 

Leia também:

Pesquisa sobre transparência e participação revela esgotamento do atual modo de governar 

Análise da pesquisa “Transparência e Participação Social na Cidade” 

Ouça a entrevista sobre o tema "Transparência e participação social", com Jorge Abrahão, coordenador do Programa Cidades Sustentáveis, e Maurício Piragino, diretor-presidente do conselho deliberativo da Escola de Governo, à Rádio CBN.  

Veja a repercussão na mídia: 

Prefeitura de São Paulo não estimula uso de canais de transparência pela população (Rádio CBN)

85% dos paulistanos acham que Prefeitura de SP não é transparente, aponta pesquisa (Portal G1)

Para metade dos paulistanos, corrupção na prefeitura aumentou na gestão Doria (Rede Brasil Atual - RBA)

Paulistanos fazem uso restrito de canais de informação (DCI)

Oito a cada dez paulistanos desejam eleger prefeitos regionais (Metrô News)

Para 53% dos paulistanos, corrupção aumentou em um ano (Destak São Paulo)

85% dos paulistanos acham que Prefeitura de SP não é transparente (TV Brasil)

Para 85% dos paulistanos prefeitura não é transparente em divulgação de dados (Gazeta de S. Paulo)