Início > Noticias > Prêmio Cidades Sustentáveis é entregue a municípios que promovem políticas públicas exitosas

Prêmio Cidades Sustentáveis é entregue a municípios que promovem políticas públicas exitosas

Ao reconhecer práticas bem-sucedidas em diversas administrações municipais, prêmio visa também inspirar outros prefeitos e gestores públicos.

Por Airton Goes, da Rede Nossa São Paulo

Diversas administrações municipais que desenvolvem políticas públicas bem-sucedidas em oito áreas temáticas foram homenageadas, nesta quarta-feira (24/8), com o Prêmio Cidade Sustentáveis.

Nesta segunda edição do prêmio, os municípios laureados foram aqueles que apresentaram resultados nas seguintes áreas: Bens Naturais Comuns; Criança; Cultura; Educação para a Sustentabilidade; Esporte; Governança; Mobilidade; e Saúde.

Para a escolha das cidades premiadas, foram avaliados indicadores específicos de cada tema e as boas práticas desenvolvidas.

A cerimônia de entrega do prêmio, realizada no Sesc Consolação, em São Paulo, foi promovida pelo Programa Cidades Sustentáveis (PCS) em parceria com diversas organizações da sociedade civil.

Logo no início do evento, o coordenador-geral do PCS e da Rede Nossa São Paulo, Oded Grajew, lembrou que, de modo geral, as gestões públicas têm sido muito criticadas.  Ele, porém, ponderou que, ao lado das críticas, “é importante também reconhecer e valorizar as boas práticas e as políticas públicas bem-sucedidas que existem”.

Segundo Grajew, esse é o papel de iniciativas como o Prêmio Cidades Sustentáveis. “Queremos que essas boas práticas inspirem outros prefeitos e gestores públicos”.

O coordenador-geral do PCS fez questão de registrar que o estabelecimento de parcerias foi fundamental para a realização da segunda edição do prêmio. Em seguida, ele citou e agradeceu cada uma das organizações parceiras: Cenpec - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária; Instituto Alana; Sesc São Paulo; ONG Atletas pelo Brasil; Escola de Governo; ITDP - Instituto de Políticas Públicas de Transporte & Desenvolvimento; e Instituto Saúde e Sustentabilidade.

Os representantes das entidades parceiras fizeram a entrega do prêmio aos prefeitos e gestores públicos das cidades que se destacaram em cada uma das áreas temáticas avaliadas.

Durante o evento, os participantes puderam conhecer uma boa prática que tem sido referência para muitas cidades no Brasil e no exterior. Trata-se do programa Cultivando Água Boa, que foi apresentado pelo diretor de Coordenação e Meio Ambiente da Itaipu Binacional, Nelton Friedrich.

Segundo ele, “a governança inovadora foi imprescindível para o sucesso do Cultivando Água Boa”, que atualmente possui 2.164 parceiros envolvidos nas diversas atividades do programa. 

O diretor da Itaipu Binacional explicou que a primeira medida foi sensibilizar a comunidade. “Se não mexer nessa questão, não tem como resolver o problema”, argumentou.   

Friedrich informou que vários países estão replicando a experiência do Cultivando Água Boa, cujo maior mérito é ter provado que “dá pra fazer, é possível fazer e o problema não é dinheiro”.   

O programa recebeu o Prêmio Water for Life 2015 (Água para Vida), como primeiro colocado na categoria “Melhores práticas em gestão da água”, que é concedido pela Agência das Nações Unidas para a Água (UN Water).

Na sequência, os representantes dos municípios laureados foram convidados ao palco para receber o Prêmio Cidades Sustentáveis nas diversas categorias.

Falando em nome da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, afirmou que a iniciativa representa um grande estímulo para os executivos municipais. “Esse prêmio nos dá ânimo para continuar, sabendo que há muito a ser feito.”

Ele avaliou que ser prefeito nos dias atuais é um desafio muito difícil. “Os recursos que ficam nos municípios estão muito aquém das necessidades”, registrou.

O evento foi encerrado com a apresentação do grupo A Quatro Vozes, que cantou várias músicas brasileiras em homenagem aos premiados.

Confira abaixo as cidades laureadas com o Prêmio Cidades Sustentáveis: 

Área temática: Educação para a Sustentabilidade

Cidades médias e grandes
1º Guarujá (SP)
2º Toledo (PR)
3º Curitiba (PR)

Cidades pequenas
1º Ubiratã (PR)
2º Tietê - (SP)
3º Belo Oriente (MG)

Área temática: Criança

1º Tietê (SP)
2º Guarujá (SP)
3º Toledo (PR)

Área temática: Cultura

1º Rio das Ostras (RJ)
2º Macaé (RJ)
3º Curitiba (PR)

Área temática: Bens Naturais Comuns

Cidades médias e grandes
1º Toledo (PR)
2º Campinas (SP)
3º Maringá (PR)

Cidades pequenas
1º Tietê (SP)
2º Quatro Pontes (PR)
3º Ubiratã (PR)

Área temática: Esporte

1º Toledo (PR)
2º Rio das Ostras (RJ)
3º Belo Oriente (MG)

Área temática: Governança

1º Barueri (SP)
2º Canoas (RS)
3º Ubiratã (PR)

Área temática: Mobilidade

1º Salvador (BA)
2º Fortaleza (CE)
3º Rio das Ostras (RJ)

Área temática: Saúde

Cidades grandes
1º Campinas (SP)
2º Salvador (BA)
3º Curitiba (PR)

Cidades médias
1º Guarujá (SP)
2º Toledo (PR)
3º Canoas (RS)

Cidades pequenas
1º Tietê (SP)
2º Caratinga (MG)
3º Ubiratã (PR)

Leia também: 

Toledo conquista a primeira edição do Prêmio Cidades do Esporte  

Tietê (SP) vence o Prêmio Cidade da Criança

Curitiba recebe Prêmio Cidades Sustentáveis por suas políticas públicas

Região do Oeste Paranaense é a grande vencedora do Prêmio Cidades Sustentáveis

Referência: Toledo é contemplada no Prêmio Cidades Sustentáveis